sábado, 12 de maio de 2012

O Coreto solitário na Régua de 2012...

(Clique na imagem para ampliar)

O tempo passou e reencontramos neste Maio de 2012, solitário e abandonado, velho, esfarrapado pela ferrugem mas ainda de pé, lá pelo antigo Matadouro Municipal, quem sabe clamando em surdina angustiada que para si olhem os transeuntes e os responsáveis municipais, o estoico Coreto da Régua ou do fenecido Jardim Alexandre Herculano.

Parei para o 'escutar'... E desabafou histórias no tempo da lembrança, de eventos com som, alegria e cor, de verões quentes, de crianças que faziam de seu palco espaço para folguedos azougados e de noites enluaradas onde namorados se abraçavam apaixonados sob o abrigo cúmplice de sua sombra... E protestou  - com razão - por tanta ingratidão... 

Pois é ! Esqueceram-se dele os homens que decidem na Régua... Quem sabe a própria Régua?! ...

QUE PENA !
- Jaime Luis V. F. Gabão

2 comentários:

Anônimo disse...

É muito triste ver este coreto num canto. Faço parte de um grupo no Facebook denominado "Reanimar os Coretos em Portugal". Solicito autorização para publicar esta fotografia na nossa página. Sei que muitos visitam a Régua, quem sabe se não serei um dos próximos visitantes. Gostava, e certamente muitos gostarão, de ver o coreto no seu devido local. Poderia ser mais uma atracção turística para a terra. É um bem com valor histórico e cultural que ainda é possível recuperar. Gostávamos muito que a Câmara Municipal o salvasse. José Matos

JAIME disse...

Fique à vontade José Matos. Obrigado pela visita e interesse em divulgar o nosso "Coreto Solitário" abandonado na/pela Régua... Quem sabe consigamos despertar assim 'consciências' em lamentável letargia. Abraço.