domingo, 24 de novembro de 2013

BUICK, O CÃO “VOLUNTÁRIO”

Todos os dias, quando passo pela manhã para levar as crianças à escola, fito-me no teu olhar dócil, ternurento, “alguém” que mesmo ali, parado, de cauda a abanar, está sempre disponível para partilhar a sua fidelidade, amizade. Não usas farda, não tens botas, nem esse chapéu ou capacete vermelho que os teus amigos usam. Tens quatro patas e, ali sentado, estás alerta, és um quartel imenso aos meus olhos…trazes a paz, a disponibilidade e a vontade de dares o teu carinho a quem passa sem receber nada em troca…

Mas eu, que todos os dias te vejo, já te abracei quantas vezes no teu olhar, já toquei em imensos momentos no teu pêlo, que imagino sedoso… É certo que falo de um cão, sentado ou deitado à entrada do quartel...

Sabes, tive curiosidade de saber o teu nome… Para mim, Buick, és um sol que irradia e que me inspira, pois todos os dias continuam mais felizes quando te vejo… Para mim, seja o que fores nesse grupo de bravos humanos, serás sempre o meu bombeiro preferido.

É certo que poderia estar a falar dos bombeiros humanos, os bravos que correm entre as chamas, que estão aqui e ali, sempre onde é preciso, sem falsos ideais.

E tu, amigo de quatro patas, estás ali, no quartel, para o que der e vier, para “abraçares” quem passa, para nos fazeres lembrar que a vida ainda tem coisas simples que nos cativam e nos ajudam a ser melhores!

Desejo-te muitas bravuras, muitos anos de voluntário, na companhia dos teus heróis – os bombeiros!

É porque os animais têm destas coisas, fazem-nos sentir assim.
.- Peso da Régua, Anabela Almeida, Junho de 2013. Actualizado em Novembro de 2013.

Clique na imagem para ampliar. Sugestão de texto e imagem de José Alfredo Almeida (JASA). Edição de imagem e texto de J. L. Gabão para o blogue "Escritos do Douro" em Junho de 2013. Actualizado em Novembro de 2013Este artigo pertence ao blogue Escritos do Douro. É permitido copiar, reproduzir e/ou distribuir os artigos/imagens deste blogue desde que mencionados a origem/autores/créditos. 

Nenhum comentário: