quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O indesejado AO sob a égide da irresponsável futilidade linguística lusófona

Sobre o indesejado e não plebiscitado Acordo Ortográfico 'fabricado' pela irresponsável futilidade linguística lusófona sem fronteiras. Afinal, será que se pode comparar a nossa bela língua PORTUGUESA a um qualquer importado e bacanalizado desfile de carnaval?
(Clique na imagem para ampliar)

3 comentários:

M. Nogueira Borges disse...

BOA, JAIME!!! "APESAR DE TUDO " CONTINUAS A SER UM GRANDE PORTUGUÊS!!!!!!!!!!!!
UM ABRAÇO
DO Manuel Nogueira Borges

JAIME disse...

Pois É, "APESAR DE TUDO" ! Abraço grande Manuel Nogueira Borges.

Malu disse...

Por conta dessas irresponsabilidades e com a comparação da língua com os artefatos carnavalescos é que vamos perdendo as orígens e fazendo com que os linguístas deitem e rolem sobre a pobreza cada vez maior da expressão de linguagem.
Uma pena!
Tudo é tão permissivo hoje, pois dizem que o importante é comunicar-se, não importa como.
Abraços