terça-feira, 17 de junho de 2008

O Contador de Histórias Dos Jardins Suspensos,

(Clique na imagem para ampliar. Imagem criada por Fernando Guichard e que consta da publicação "O Contador de Histórias Dos Jardins Suspensos" de autoria de José Braga-Amaral em primeira edição de 2004 da Associação dos Amigos do Museu do Douro.)
.
Por José Braga Amaral
.
Olá. Imagino que vos perguntais: Quem é ele? - quem sou eu - Pouco importa...Sou apenas um velho rio, nascido por entre as fragas da serra de Urbion. Alimento-me do tempo e adormeço por entre as brumas. Acorda-me, desde sempre, a respiração dos homens, que ora trabalham as encostas em que medito, ora me acariciam com os cascos dos barcos em que se transportam sobre a água de que é feita a minha pela. Sinto-os e conheço-os desde que o acaso ou a história os pôs de ferro em punho a abrir caminho pela pedra adentro, à procura de um berço para as cepas onde nascem as pérolas cultivadas nos chãos de xisto - as uvas.

Chamam-me Durius - o Mago. Mas prefiro ser um velho contador de histórias, que passou o tempo a ouvir e a observar os homens e as mulheres que fazem a história.

Que idade tens? - apetece-vos perguntar. Não tenho idade! E não têm conta as camadas de pele, que é como quem diz, as águas que por mim correram... Sei apenas que, até onde a memória me deixa recuar, vão mais de vinte séculos! São imensas as histórias - lendas ou verdades - que nos ajudam a viver desde a antiguidade até aos nossos dias.

Título: O Contador de Histórias dos Jardins Suspensos
Autoria: José Braga-Amaral
Ilustração, capa e desenhos: Fernando Guichard
Paginação e Design: Helena Lobo Design, Lda.
Rua dos Camilos – Edifício Casa do Douro, 4º Piso, 5050-272, Peso da Régua - Portugal
Tel.: 254 324 320; Fax: 254 324 321;

Nenhum comentário: